A Banda//The Band

+++ENGLISH BELOW+++

Sentimos a necessidade de interagir expressando o que se passa nas nossas cabeças, denunciando o que não queremos aceitar, levantando questionamentos.Transformamos nossa raiva, receios, inconformidade e alguma esperança, em barulho, com toda nossa vontade.Tocamos desde 1989 e experienciamos muitas coisas, conhecemos muitas pessoas e lugares que significam muito nas nossas vidas. Passamos também por situações ruins que também têm seu significado e importância.Tocar e viver se tornaram sinônimos.

Tocar e viver nesta caótica realidade patriarcal, sexista, homofóbica, capitalista, racista, que dá vasão aos nacionalismos e xenofobias, oprimindo e ditando regras. Expressamos nossa contrariedade a estas regras. Não queremos nos calar nem fazer “música” para manter os ouvidos acomodados.Sabemos que somos só um grupo, mas somamos a outros e assim fortalece a luta.Conscientes também que tocar é expressão que contribui mas que há outras expressões e ações necessárias. A luta é diária.O barulho é vital.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

We feel the need of interacting, expressing what is going throughout our minds, denouncing what we don’t want to accept, rising questions. We turn our rage, dread, inconformity and a bit of hope into noise with all our will.

We’ve played since 1989 and experienced many things, known lots of people and places that mean a lot to our lives. We’ve also passed for bad situations that have significance and importance.

Playing and living became synonyms.

Playing and living in this chaotic reality, patriarchal, sexist, homophobic, capitalist, racist that also leads to nationalism and xenophobia, oppressing and stating rules. We express our refusal to these rules.

We don’t want to silence ourselves or make “music” to accommodated ears.

We know we are just a group, but we add to other ones and it strengthens the fight.

Aware that playing is a way that contributes, but there are other necessary expressions and actions.

The struggle is a daily act.

Noise is vital.