Letras//Lyrics translated

translation below each text

1. A ordem agora
Estamos muito felizes.  Estamos muito felizes e complacentes.E cheios de confiança .Os impostos que pagamos nos tornam verdadeiros cidadãos contribuindo para o crescimento da nação.
Contestar é coisa do passado,  a ordem agora é apoiar aqueles que antes podiam criticar. A época permitia. Não mais ao radical. De repente percebemos o quanto estávamos errados. Ainda bem que amadurecemos e nada que se considere loucura será feito pelos que hoje estão no poder. Principalmente nada que agrida as relações internacionais, vamos pagar toda a dívida e também enviar soldados quando e onde o senhor lá pedir para intervir e reprimir. Estamos muito felizes de ver que apesar de todas as dificuldades nosso povo dança e canta. A esperança é nossa maior virtude. Assim podemos apostar em sorrisos e discursos medíocres, que o povo continua tendo fé.

The order now
We are very happy. We are very happy and complacent.  And full ofconfidence. The taxes we pay make us true citizens contributing to the growth of the nation. Contesting is something from the past . Now the order is to support the ones who could criticize before. The moment in time allowed it . No more radicalism.Suddenly we realized how wrong we were. How nice that we grew up and none of that madness will be done by those in power today. First of all nothing that would affect the international relations, let’s pay all the debt and also send soldiers wherever and whenever told to, to intervene and to restrain. We are very happy to see that in spite of all the difficulties our people sing and dance. Hope is the greatest of our virtues. This is how we can rely on smiles and mediocrespeeches and our people keep on having faith.

——

2. Informação
Veja o que fácil está ao seu alcance. A informação mais precisa. A informação que desinforma, que deseduca, que toma cuidado de obscurecer com pretexto de esclarecer com o único propósito de te desfavorecer. O que está fácil ao seu alcance te distancia da realidade. O que está fácil ao teu alcance pode te consumir e liquidar todo tempo que lhe resta, até que tudo tenha terminado e você nada feito, ou por você mesmo pensado. Que triste ver realidades descobertas no minuto antes do fim. Talvez não tão fácil está ao seu alcance o que realmente te interessa, o que faz sentido. Veja como está tudo bem organizado para que tua energia e esforço vão parar no bolso de alguém. Mas por que reclamar já que sua situação pode melhorar vivendo nessa livre concorrência?
Você pode inclusive escolher o melhor representante, só não esqueça de prestar bem atenção na informação que vais receber. É seu dever escolher. Escolher é sua obrigação.

Information
Look at what is easily at your reach. The most precise information.The information that disinforms, that miseducates, which carefully obscures with pretext to clarify. With the sole purpose of disfavoring you. What is easily at your reach keeps you apart from reality. What is easily at your reach may consume you and kill all the time left, until all has finished and you have done nothing or thought by yourself. Sad to see realities being found in the minute before the last. Maybe what isn’t so easy at your reach is what really matters, what makes sense. Look how everything is well arranged in a way that your energy and effort will end up in someone else’s pocket. But why complain if your condition can improve as you live in this free competition? You can even choose the best representant, just make sure of paying attention to the information you are going to get; To choose is your duty.To choose is your obligation.

——

3. Isolada
Se isolar e se desligar antes que a conformidade tome lugar pode ser triste solução mas tem o intuito de procurar o que ainda não foi possível saber. Viver buscando mesmo que a incerteza cresça com relação ao que encontrar. Viver buscando,pela certeza do que não se quer mais. Manter a máxima de confrontar o que é injusto mas também questionar nós mesmos.Pra não cairmos na armadilha de acharmos que estamos prontos.Ou vamos ficar iguais a tudo que criticamos.Tudo que está estabelecido e em situação estável.

Isolated
To isolate and turn yourself off before conformity takes place can be a sad solution but it has the intention to look for what hasn’t been possible to know yet. To live searching even when the uncertainty grows in relation to what is to be found.To live searching with certainty of what is not wanted anymore.To keep on confronting what is unjust but also questioning ourselves. To avoid falling into the trap of thinking we have nothing else to learn. Otherwise we will become the same as everything we criticize. Everything that is set and stable.

——

4. Auto corrupção
Eu estaria mentindo se eu concordasse. Me anulando se eu aceitasse. Me corrompendo se eu te agradasse. Consumindo,morrendo se eu te alimentasse. Me negaria a razão, a vontade,minha condição. Quem sabe bem sucedida se eu te seguisse. E também mais bonita se eu te ouvisse Mas eu acabaria me corrompendo; Fadada a me consumir se eu te louvasse.

Self-corruption
I would be lying if I agreed. Voiding myself if I accepted. Corrupting if I had to please you. Consuming, dying if had to feed you. I’d be denying myself the reason, the will, my condition. Maybe I’d be successful if I followed you. And prettier if I listened to you. But I’d end up corrupted. Condemned to be consumed if I would praise you.

——

5. Realidade demais
Eu não me convenci nem tentei te convencer. Esperanças que depositei acabei por me livrar. Nem procurei me desculpar. Calada me fechei, pesada me tornei aos olhos de quem com tudo se sente ferido. Com tudo menos o que realmente fere. Realidade demais pra fazer valer uma reflexão. A tua suposta leveza carrega omissão. Eu não me convenci das idéias que insistem em se manter na superfície. Falhei mais uma vez e na frente de todos. No conceito e para alegria de alguns.

Too much reality
I haven’t convinced myself, nor tried to convince you I got rid of hopes that I had entrusted. Didn’t even try to apologize myself. I closed myself in silence becoming heavy to the eyes of the one who gets hurt with everything but what really hurts. Too much reality to make the reflection worthwhile. Your supposed lightness carries omission. I haven’t convinced myself of what insists to be on the surface. Failed once more in front of all. In the concept and for the joy of some.

——

6. Holocausto de todo dia
Acreditar que nada mudou é pessimismo. Mas acreditar que está tudo bem é estupidez ou conivência. Tortura psicológica.

Ameaça constante. Medo no ar que respiram. Mulheres violentadas. Mulheres assassinadas. Holocausto de todo dia. Mulheres são desrespeitadas, discriminadas. Por terem a infeliz ideia de terem nascido assim. A guerra que não foi declarada. Não precisou. Não há burocracia.

The everyday holocaust
To believe that nothing has changed is pessimism. But to believe that everything is fine is stupidity and accessory. Psychological torture. Constant threat. Fear in the air that is breathed.

Violated women. Murdered women. The everyday holocaust. Women are disrespected, discriminated. For having the unhappy idea of being born this way. The war was not declared. There was no need .There is no bureaucracy.

——

7. Caridade
Estar numa posição confortável não basta. É imprescindível agora ajudar os que precisam. Desde que essas pessoas ajam como coitadinhas. Caso contrário será uma ameaça. Estar numa posição confortável não basta. É imprescindível agora ajudar os que precisam. Mas que essa ajuda seja incomparavelmente menor que a causa que os destrói. Estar numa posição confortável não basta. É imprescindível agora ajudar os que precisam. Alguns donativos para a África e muito capital para o armamento. Imagina chegar na América Latina e ver que não existem só favelas? O que vai acontecer com meu complexo de cruz vermelha?
O que vai acontecer com meu orgulho se eu perceber que há pessoas inteligentes? Como vou botar minha cabeça no travesseiro de algodão colhido por aqueles que precisam de mim?

Estar numa posição confortável não basta. É imprescindível ser caridoso. Desde que os carentes se mantenham assim. Ai dessa gente se emancipar. Porque vou ter que olhar pra mim mesmo.

Charity
To be in a comfortable situation is not enough. To help the ones in need is essential now. As long as these people act like poor sufferers. Anything else would be a threat.
To be in a comfortable situation is not enough. To help the ones in need is essential now.But this aid must be incomparably smaller than the cause that destroys them.
To be in a comfortable situation is not enough.To help the ones in need is essential now. Some donations to Africa and a lot of capital for armaments. Imagine to arrive in Latin America and realize that there are not only slums?. What will happen to my red cross complex? What will happen to my pride if I find intelligent people there? How am I going to lie my head on the pillow made of cotton harvested by those who need me?

To be in a comfortable situation is not enough. It’s necessary to be charitable. As long as the needy stick this way. Don’t you dare to emancipate. Because Iwill have to look at myself.

——

8. Existência sentenciada

A tua existência é matéria. Tua mente lavagem. Teu corpo máquina que serve hora para trabalhar, hora de atração alheia.Tudo isso te faz sentir estranho. Repetição de acontecimentos. Insistência de comportamento. Inconformidade, desconsolo. Mas não vale a pena te atormentar, eles dizem. É melhor você tentar ser feliz mesmo que isso custe tua lucidez, tua busca.

Desistir é tudo que te resta agora. Dignidade foi invenção de algum perdedor.

Sentenced existence
Your existence is matter. Your mind has been washed. Your body is a machine used for working or to other people’s interest. You feel weird. Repeated facts. Permanent conduct. Inconformity, desolation It’s not worth to torment yourself, they say. You had better try to be happy even that it costs your sanity, your search.

To give up is all that remains. Dignity is a loser’s invention.

——

9. Preconceito e razão
Subjugar acima de tudo. Regras para substituírem antigas outras.É pena quando essas regras se escondem por trás de discursos de liberdade. Contestar normas e ser liderado por outras. Despejar idéias sem nelas acreditar. Rotular, nomear, resumir, banalizar.

Ânsia de méritos luta por notoriedade. O imaculado se descontrola quando quer ter o controle da situação. Por que essa arbitrariedade haveria de estar acima de qualquer suspeita? Quando sem base nem fundamento nenhum. Seria apenas para se impor esquecendo então que lutamos contra a opressão?

Querer ser um super-herói que pode voar jogando textos do que chama de revolução tão distante de nós simples mortais que impede que lutemos pelo que realmente importa. Descrer em Deus mas julgar todos como se fosse um. Nós não precisamos de aprovação. Nós não precisamos de avaliação.

Falar em liberdade tirando-a não parece estranho? Falar em liberdade preso à imagem não me parece honesto.

Prejudice and reason
Subjugate above all / Rules to replace old ones. It’s a shame when these rules hide behind speeches of freedom. To contest norms and be led by others. Pouring ideas without believing them. To label, name, summarize, banalize.

Eager for merits, fight for notoriety. Theimmaculate loses control when wishes to run the situation. Why thisarbitration would be out of any suspicion? When without basisnor foundations. It would be only to impose forgetting that the struggle is against oppression?

Wishing to be a super hero that can fly throwing texts that he calls revolution. So far from us simple mortals, impeding to fight for what really matters. Distrust in God but judge all like one / We don’t need approval.We don’t need evaluation.

To speak about freedom taking it away isn’t strange? To speak about freedom tied to an image doesn’t seem honest to me.

——

10.O plano
O que está, assim ficará. Pois todas as misérias do mundo não são suficientes. Esqueça teus sentimentos mais profundos e sinceros e te embrutece que diante dos homens necessitas vencer. Mas vencer significa desistir e se apegar. Quociente indicativo da massificação

Talvez não seja um plano mas funciona como se fosse. E se você não o criou você está fazendo-o funcionar.

Acreditando que o livre arbítrio existe, o plano é perfeito. Talvez acreditar seja uma coisa boa. Até a decepção. A razão para um início que será o fim.

The plan
What is set will remain. For all the misery of the world is not enough.Forget about your deepest and most sincere feelings and harden up since before men you need to win, but winning means giving up and getting attached /Indicative quotient of massification.

Maybe it is not a plan but it works as if it was. And if you did not create it you are making it work. Believing in the existence of free will, makes the plan perfect. Maybe it’s a good thing to believe. Until the disappointment The motive for a beginning that will be the end.

——

11. Desumanizar para prosperar
Onde você pisa é a mesa de jantar de muitos. Há ainda aqueles que não tomam conhecimento nem do chão. Oportunidades são para os que têm a oportunidade de ter uma oportunidade. Sem piedade e com muita distinção estamos alcançando a desigualdade suprema. A desumanização é um negócio rentável. Direito parcial é o que chamam democracia / Liberdade agora é ter uma situação favorável que depende de privação e negação próprias ou de outro alguém qualquer.

Desumanizar para prosperar.

Dehumanizing to prosper
The place you tread is the dining table for many. There are even those who are far below the ground. Opportunities are to the ones who have the opportunity to have an opportunity. With no pity and a lot of distinction we are reaching the supreme inequality. The dehumanization is a profitable business. Biased rights are called democracy. Freedom is to have a favorable situation that depends on your privation and denial or anyone else’s.

Dehumanizing to prosper.

——

12. Esquecer, compreender?
Esquecer, compreender? O que estaria ao nosso alcance? O que leva à razão? O que tira o sono? Pensamentos antigos ainda vagam. Procuro esquecer. Mas não há trégua. Eles estão enraizados presos na memória. Eles me levam de volta. Sempre de volta. Dizem que eles nos impedem pra coisas futuras. Mas eles são a companhia que restou. Como se fossem um motivo, uma guia. O que seria digno? E para o que seria? Esquecer? Compreender? Compreender? Esquecer? Compreender tudo o que é difícil demais pra esquecer. Ou esquecer tudo que já não tem solução. Esquecer, compreender? O que estaria ao nosso alcance?

To forget, to understand?
To forget, to understand? What would be in our reach? What takes to reason? What takes away the sleep? Old thoughts still wander. I try to forget. But there is no truce. They are rooted, imprisoned in the memory. They take me back. Always back. And prevent future from happening they say. But they are the company that’s left  Like they were a motive, a guide. What would be noble? And what for? To forget?

To understand? To understand? To forget? To understand everything that is too hard to forget. Or to forget everything that doesn’t have a solution. To forget? To understand? What would be in our reach?

——

13. Ópio
Tua capacidade de indignação é menor agora. Tua capacidade passiva é maior agora. O ópio coletivo transformou tua forma de pensar, de ser. E nessa condição surge o medo de olhar profundo. Não por ver coisas que não queria mas por talvez encontrar só o vazio. Seria um golpe brutal. Todo esforço em se manter naquilo que não se mantém por si só por pura falta de consistência. E o ciclo não acaba. O vazio leva ao medo que leva ao vazio. Que carrega o peso da insensatez que ironicamente é tão pesada. E você poderia ter feito a diferença, ou uma diferença que fosse, ter construído o que pudesse mais tarde observar sem medo. Porque você não encontraria mais o vazio. E você não tinha o direito de te abandonar. Tua chance de voltar ainda te espera. Tua chance de mudar sua condição te aguarda. Mas eu não vejo você dar o passo. A tua estagnação te controla. E o ciclo não acaba. A estagnação te impede o passo e isso te mantém estagnado. Tua indiferença te fez parecer forte, intocável. Mas é uma fraqueza não encarar os fatos. Você pode ser fraco, se afastar essa não é a questão. O problema é que o ópio coletivo te transformou no que não és.

Opium
Your capacity of indignation is smaller now. Your capacity of being passive is bigger now. The collective opium has changed your way of thinking, your way of being. From this condition arises the fear of looking deep down. Not for seeing what is not desired but perhaps for finding only the void. It would be a brutal stroke. All the effort to keep yourself in what is unable to sustain itself as it lacks consistence. The cycle never ends. The void leads to fear that leads to the void. Which carries the weight of irrationality that is ironically so heavy. And you could have made the difference, or just a difference. You could have built what you could later observe without fear Because you wouldn’t find the void anymore / You hadn’t the right to abandon yourself. The chance to return is still waiting for you. The chance to change your condition is awaiting. But i don’t see you moving. The stagnation controls you. The cycle never ends. The stagnation avoids you from moving which keeps you stagnated. Your indifference makes you seem strong, untouchable. But not to face the facts is weakness. You can be weak, you can keep yourself apart, that’s not the matter. The matter is that the collective opium turned you into something you are not.

——

14. Sistema
Sistema infrutífero, corrosivo, destrutivo E pode então fazê-lo um morto vivo E pode mais e pode mais Controlando sua vontade, tornando-o fraco e incapaz Eu não quero sucumbir a esse sistema injusto e falido, eu não quero sucumbir a esse sistema injusto e falido Eu não quero sucumbir para ao sistema agradar, meu instinto me diz que não é solução se integrar.

System
Unfruitful corrosive destructive system can make you a living dead and it can control your will making you weak and incapable I don’t want to be defeated by this failed and unjust system I don’t want to be defeated an to please the system my instinct says: it’s not a solution to join them

——

15. Não
Já nascemos programados e sem opção Não temos futuro nem proteção nossos pais lutaram e não venceram somos filhos órfãos da revolução

Não! não! não!

Agora nesse instante planejam mais uma ação Mantendo a miséria e a ignorância como fonte à exploração Movimentam enorme quantidade de dinheiro e nem sequer vemos um centavo em nossas mãos

Não! não! não!

Cadeias multinacionais de televisão redes de rádio meios de comunicação manipulam assim toda a informação mantendo a ordem como base à alienação.

Quando isso vai acabar? Quando isso terá um fim? Já é chegada a hora de todos lutar, de se movimentar e contra isso gritar

Não! não! não!

No
We were born already programmed without options We have no future or protection In the past, some of us fought and didn’t win We are orphans of the revolution.

No, no, no!

Right now they are planning another action, maintaining misery and ignorance as the fountain of exploitation While they make big transfers we have no coins in our hands.

No, no, no!

Multinational chains of communication, manipulating all the information keeping the order as a base to alienation No, no, no! When will we see the end of it? It’s time to fight and say:

No, no, no!

——

16.Eu já cansei
Disso aqui o que eu vou esperar? O que eu vou encontrar? Eu já sei Crianças na calçada de mão aberta e alma dilacerada eu já encontrei Enquanto os outros passam na maior tranqüilidade Eu já cansei A verdade é que eu me esqueço que eles fazem da paisagem Já duvidei Amarrada, angustiada, desacreditada já me peguei Descaso consumado papo furado eu já cansei Da loucura que é viver dependente de opinião já me libertei No disparate de estar sozinha violaram minha integridade eu já passei Exploração da mulher com todo apoio e incentivo da televisão já vomitei Quando é que eu vou superar a desilusão eu não sei Do que as coisas consistem? segmento de idéias alienação são o controle perfeito pra forjar e manter uma situação favorável à uns poucos mas com poder suficiente de coesão

Disso aqui o que vou esperar? O que vou encontrar? Eu já sei toda essa doença estabilizada eu já cansei.

I’m fed up
what can I expect? What can I find? I think I know Children on the side walk with open hands and torn souls Yes, that is what i found While everyone else is calmly passing by I forgot that they make part of the view! I saw myself tied, anguished, unbelieving I’m fed up of turning heads and small talk Fear, inactivity, pattern of ideas, alienation, are the perfect control to forget and keep the situation in favor of the few, but with enough power From the madness of living depending on opinion i set myself free My integrity was violated when i had the stupid idea to be alone Exploitation of women with support and motivation of television made me vomit When will i overcome the disappointment I don’t know

——

17.Alivio e Sina
Tudo que inventaram porque temos que fazer? Cabeças corrompidas por ascensão de uma ilusão Tudo o que importa é conseguir uma condição de vida insuportável e você vai fingindo que ta tudo indo muito bem Por que?? Muito do que aprendi agora tento esquecer A realidade ao avesso encarando minha cara E a turbulência desconfortável que não me faz obedecer é ao mesmo tempo o meu alívio e minha sina

Insanidade é dúvidas não ter e apenas deixar o barco te levar a nenhum lugar.

Somos condenados a seguir sem intenção? Nem sabemos porque mas parece que tem uma razão você é livre, vítima, ou o maior cooperador da grande farsa?

——

Relief and Burden
Why do we have to follow everything that was invented? Minds are corrupted because of the growing illusion Matters only to get an intolerable condition of life And you keep pretending that it’s fine Many things that I learned, now I have to forget The inverted reality facing me and the inconformity that makes me not obey, it’s my relief and my burden Insanity is to have no doubts, and just let the ship take you to nowhere Are we doomed to follow without intend to? We don’t now why but it seems that there is a reason.

Are you free, victim or a cooperator of the great farce?

——

18.Sangue
Ganância e desrespeito,alicerces de impérios erguidos Riquezas manchadas de sangue Exploração Escravidão Tanto sangue derramado Injustiça,imposição.

Salve os que negaram e coragem tiveram os que negaram e coragem tiveram.

Sangue da Nicarágua sangue sandinista sangue do México sangue zapatista sangue do Brasil sangue de Carlos Prestes sangue do Chile Allende deus o tenha!! sangue de Cuba sangue de Ernesto sangue da Argentina das Mães da praça de maio se opondo à hegemonia imperialista mostrando a força de quem não se entrega fácil Injustiça feita restando na memória a dor, perpetuada nas nossas vidas de escravos contidos de omissos eternos.

Blood
Greed and disrespect Foundations of the risen empires Wealth stained with blood Exploitation, slavery Blood spilled Injustice, imposition

Salve who denied and had courage.

Blood of nicarágua blood of the sandinists, blood of mexico blood of the zapatists, blood of brasil blood of carlos prestes, blood of chile allende “deus o tenha”! Blood of cuba blood of ernesto, blood of argentina, mothers of “praça de maio”, opposing the imperialist hegemony Showing the strength of the people who don’t give up easily The injustice is done, memories carrying the pain, perpetuated in our lives of conformist slaves and ever lasting silence.

——

19. As Amarras
Quantas vezes acreditei e outras quantas me desesperei Lutei em vão com força bruta que aniquilava meus sonhos já perdidos em tentativas Tudo em vão Não quero dizer não,não posso dizer não, mas só me resta negar Ausência de solução, mas a força que resiste em meu coração não vai esmorecer não Não sei se vendo tudo que me oprime demais, me recuo ou mostro do que sou capaz Não me sinto no direito de entristecer vendo outros tantos a sofrer Mas também não consigo sorrir com toda essa angústia a ver Não faça pouco caso Não diga que tanto faz Olhe para o seu lado, e veja o que a desigualdade trás Quantas vezes me desequilibrei por tentar algo além do meu alcance Mas sempre olhando para trás Tentativas tolas pra me libertar das amarras das quais me prendi Das amarras das quais me prendi Das amarras das quais me prendi Não faça pouco caso Não diga que tanto faz Olhe para o seu lado, e veja o que a desigualdade trás.

The Ties
How many times I believed, and how many others I got desperate I fought in vain like raw power annihilating my dreams already lost in tries All in vain, i can’t say no, but all that is left is to deny Missing solution, but the strength that resists in my heart won’t die I don’t know if i retreat or show what i am capable of seeing everything that oppresses me I feel that i have no right to become sad watching so many others suffering But i also don’t feel like smiling in the middle of all this anguish Don’t say this doesn’t exist don’t say this doesn’t matter Look around you and see what inequality brings How many times i went out of balance trying to do something beyond my reach But always looking over my shoulder Foolish attempts to set myself free from the ties in which i confined myself.

——

20. Resistência Sempre
Não posso pensar que estou sozinha, isso me entristece
Não posso sucumbir à depressão, isso me enfraquece
Cercada de dúvidas me movo lenta mais forte apoiada nas idéias que me trouxeram a onde estou
Você chega comigo pra cantar o hino, o hino da luta, o não à dor
Valores confusos, equivocada conduta nos fazem lembrar o que viemos fazer, buscar na consciência uma forma de viver, falar pelos fracos, resgatar você
As sombras que insistem em ofuscar a nossa mente, removeremos se estivermos firmes e unidos na proposta A proposta não é fascista e não tem limites,o princípio é ouvir o que está dentro de nós Construirmos juntos um campo que permita nos sentirmos seguros pra levarmos a nossa crença na humanidade, no que ela tem de melhor Cabe á nós regar o que nasce de bom para que cresçam as idéias e aqueles que as criam.cabe à nós ceifar a pretensão egoísta genitora do caos.

Resistência!

Resistência sempre!

Always Resistance!
I can’t think i’m alone, it makes me sad
I can’t give in to deppression, it makes me weak
Surrounded by doubts i go on slowly but strong, supported by ideas that brought me where i am
You come to sing the hymn, the hymn of struggle, to refuse the pain
Confusing values mistaken behaviour remind us what needs to be done
To search in the conscience a way to live
To speak for the weak
To rescue you
The shadows that blur our minds can be removed if we stay united and strong for the purpose This purpose is not fascist and is unlimited We only have to listen to our innerselves Build a fortress to keep our believes in humanity It’s our duty to be open for the good thoughts, to let the ideas grow
It’s our duty to cut the selfish intentions, bringers of chaos

Resistance!
Always resistance!

——

21. Não quero sufocar
Não quero sufocar, perdendo a força que adquiri
Tanto tempo buscando uma saída
Mas não consigo disfarçar, ta difícil de respirar.

I don’t want to suffocate
I don’t want to suffocate losing the strength that I’ve got
So long searching for a way out
But I can’t disguise, it’s too hard to breath

——

22. Euphoria, Depression
You can try to live well, to search a direction for your life to make a choice You can follow other people’s thoughts and ideas, but to believe too much in these ideas can be utopia, if these people only appear to believe but are in fact not convinced I prefer to think we can achieve real changes I’m searching for that.

The fear of disappointment can keep you away from the fight.
Two sides of the medal, one makes you go on, the other brings you down

The never ending inequality makes happiness selfish

The same things that make me happy, make me cry, looking at the other side, the moment chooses the side,
Euphoria, depression.

You fail, and feel weak
The weakness can be a “solution” to leave the search, the struggle and the conscience The conscience that makes us fight
Why are you running away? why should you? if you know that this defers the change.
Take action now before it’s too late.

——

23. Vai
Preciso compreender, e então acreditar que tanta opressão não vai me sufocar Preciso mais que nunca entender para escolher, escolher o meu caminho, confiar e prosseguir.

O teu grito é o nosso grito O teu calar é a nossa dor
Uma ideia me acompanha, um pensamento atormentado
Dúvida e omissão

Não posso permitir a fraqueza coletiva deixar me consumir, deixar me consumir, deixar me consumir.

O teu grito é o nosso grito O teu calar é a nossa dor

Será que vou conseguir?”
(vai)

Que bom isso ouvir Me sinto mais forte e também mais confiante
Força e confiança. Já posso reagir. Já posso reagir.

Go
I need to understand and to believe that all oppression won’t suffocate me I need more than ever to choose what I want and trust that

Your voice is ours. Your silence is our pain.

An idea stays with me, a painful thought
Doubt and omission

I can’t permit collective weakness consuming me

will I get it?
(You will)

I fell myself stronger and more confident
Strength and confidence! now I can react! now I can react! now I can react!

——

24. Terra Não Fértil
Poderíamos ter feito deste solo terra fértil para a paz Mas com a cobiça do Homem as coisas evoluíram de forma diferente O que falta passarmos? O que falta sofrermos? O que falta para mudarmos? Quem serão os idolatrados? Quem serão os perseguidos? O que falta sabermos? O que falta esquecermos? O que falta sentirmos? O que falta fazermos?

Pra que tudo não seja só dito, é preciso agirmos Mas o que vinga nessa terra? Terra não fértil para compreensão.

O que falta deixarmos de lado? O que falta buscarmos? O que falta apoiarmos? O que falta sonharmos? Para que luta não tenha sido em vão, para se viver com dignidade Terra não fértil para a igualdade O que falta conhecermos? O que falta construirmos? O que falta aprendermos? O que falta mais para nos iludirmos? Utopias minando nossa vontade de acreditar. Terra não fértil para prosperar

O que falta ganharmos, o que falta perdermos? O que falta nascer, o que falta morrer?

Há um controle de massas impedindo teu direito de pensar livre

Terra não fértil para a verdade

Infertile Land
we could have made this soil fertile land for peace but the human greed change the evolution.

what more we must pass? what more we must suffer? what more we must change? who will be the idealized? who will be the persecuted? what more we must know? what more we must forget? what more we must feel? what more we must do?

it’s not enough to talk, we need to act.

but what can come from this land? land infertile for understanding

what more we must leave behind? what more we must search for? what more we must support? what more we must dream? for the struggle not be in vain, to live with dignity. Infertile land for inequality.

what more we must construct? what more we must learn? which illusions do we need? utopias killing our believes. Infertile land to grow.

what more we must win? what more we must lose? what more needs to be born? what more need to die? mind control blocking our free thoughts. Infertile land for the truth.

——

25. Trancada
O medo te obriga a ficar trancada em casa Trancada, em casa, o medo, trancada, te obriga, em casa Sempre terão aqueles que ignoram teu direito.

Pode apostar, alguns lugares não são para ti Pois pode acontecer dele chegar Pois pode acontecer dele te fazer enxergar que tolinha fostes por tentar

Você quer continuar,respeitar as diferenças Mas não quer ser apunhalada, tolhida, acuada Roubam teu ventre e tua confiança no próximo.

Tua confiança

Confiança

Locked up
Fear obligates you to stay home, locked in your home

Fear! locked up! obligates you! at home!

there will always be people who deny your rights You can bet some places are not for you He may come and make you see how foolish you were to try.

You want to go on, to respect the differences, but you don’t want to be stabbed in the back, threatened They steal your womb and your faith in people.

Your faith.

Faith.

——

26. Suportar a dor
Suportar a dor

suportar

a dor

Silenciar a voz

a voz que fala a voz que grita

Procurar esquecer o que parece incurável

quero ficar imune à dor Suportar a dor

E não lembrar de nada

E não buscar, não construir, nem criticar, nem reagir

E não lembrar de nada e não lembrar de nada e não lembrar

de

nada

Paz na mente!

para os atormentados!

Se livrar da angústia

se livrar

da angústia

Procurar esquecer o que parece incurável

quero ficar imune à angústia

me livrar da angústia

E não saber de mais nada

E não buscar, não construir,nem criticar, nem reagir

E não saber de mais nada e não saber de mais nada

e não saber

de

mais

nada

Paz na mente!

para os atormentados!

Aliviar todo o pensamento, e o pesar que corrói por dentro

To stand the pain
To stand the pain

To stand

The pain

To silence the voice

The voice that speaks The voice that screams

To try to forget what seems to be incurable

I want to be immune to pain

To stand the pain

And remember nothing

And not to seek, construct, criticize nor react

And remember nothing

Peace for the tormented minds

To free yourself from anguish

To free yourself

From anguish

To try to forget what seems to be incurable

I want to be immune to anguish

To free myself from anguish

And to know nothing anymore

To relief all of your thoughts and the sorrow that kills you inside

——