1° de Maio – Halle//Reil 78

Como comecar este post…

dia longo, dia turbulento, dia emotivo…

Bem, hoje é 1° de maio e aqui na Alemanha significa outra coisa do que o dia dos trabalhadores…na verdade o que acontece é uma total sem sentido reivindicação dos nazis sobre este dia. Reivindicam este dia como deles e rolam muitas demos aqui. Da mesma forma pessoas de variadas correntes combatem impedindo estas demos de acontecerem fazendo o confronto.

Neste mesmo dia tínhamos uma gig na cidade de Halle.

Decidimos então em Bitterfeld de nos organizarmos cedo. Arrumamos a bagagem no carro, tomamos o café da manhã e pegamos a estrada. A viagem seria de apenas 30km.

HPIM5040

 

 

Dia de sol, vento suave.

Mais ou menos a 9 km comecei a ouvir um barulho estranho vindo do carro e também a sentir uma vibração estranha, senti o carro diferente. Falei. Alguns momentos entre perceber, falar e o que se sucedeu… de repente perdi o controle do carro, quase fomos parar na outra mão da via, desviei, vinham carros. Estrada sem acostamento com um pequeno barranco e então também evitada a tempo. Sorte. Alguém gritou alguma coisa que segundos depois percebi que significava que alguma coisa tinha escapado, voado.

Todos assustados. Tenso.

A roda do carro tinha saído do eixo. Todos os parafusos no meio da estrada. Inacreditável.

Ficamos em realmente acreditar no que tava acontecendo, no que tinha acontecido.

Fizemos 30 km em 4 horas.

Chegamos na squat Reil 78. ajudamos a descascar batatas, tomamos chá, cerveja e reencontramos amigas e amigos que nos reconfortaram demais.

A gig começou cedo, quando vimos já estávamos tocando. E foi tudo o que a gente precisava.

De repente algumas pessoas saíram e pareciam nervosas. Viemos a saber depois que 2 fascistas entraram na squat e ao verem que havia um show e que haviam pessoas, saíram fora. O pessoal da squat os seguiu e viu que eles não estavam sozinhos, a alguns quarteirões se encontravam outros neonazis.

O pessoal da squat diz que foi muito bom ter organizado este show neste dia, pois assim a squat não ficou com poucas pessoas e isso foi uma forma de resistência. (nós que agradecemos por este momento).

Agora o dia se mostra, pela janela podemos ver a noite que se vai…são 5 da manhã…estamos aqui no bar da Reil com Jörn, que já tocou com a gente pela américa latina e europa em 2004. Grande amigo, grande pessoa. Relembrando momentos vivenciados.

 

HPIM5064

Witnessing Insanity…denying to give in.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *